Atualizado em 5 de agosto de 2022.

Para estar bem protegido no Brasil inteiro, não é necessário ter um plano de saúde nacional. Acha paradoxal? A história do gerente de projetos Francisco Araujo e de seu filho Bernardo, ambos membros da Alice, mostra isso na prática.

A família é de São Paulo, mas viajava para Brasília quando levou um susto: a criança, de seis anos, começou a passar mal, vomitando sangue e com sensação de desmaio. 

“Entrei em contato com a Alice pelo app e em menos de um minuto me responderam. A orientação foi de levá-lo até o pronto-socorro de referência da cidade, que os próprios profissionais de saúde indicaram”, conta.

Enquanto corria para o hospital, Francisco continuou conversando com a equipe por meio do Alice Agora, canal de comunicação a distância que funciona 24 horas por dia, 7 dias por semana, no aplicativo da Alice. 

“Fui atualizando o time, e eles me mandaram por escrito e via app todo o histórico do Bernardo, o que tinha acontecido e a solicitação de atendimento de urgência”, diz. Com as informações em mãos, os profissionais que o atenderam em Brasília puderam seguir com mais segurança. 

Ali mesmo ele foi estabilizado e realizou os exames de urgência, que levantaram a suspeita de apendicite. 

Como tudo isso aconteceu em pleno domingo, em uma emenda de feriado, o cirurgião pediátrico não estava de plantão. 

Mais uma vez, Francisco falou com a equipe da Alice pelo aplicativo, que encaminhou a família para outro hospital.

“Lá, fomos muito bem atendidos e chegamos em um consenso de estabilizar o Bernardo e voltar para São Paulo.” 

No final das contas, eles continuaram o atendimento na Beneficência Portuguesa, e o filhote nem precisou de cirurgia — ele foi estabilizado com medicações e a equipe médica preferiu não expô-lo a outra internação sem necessidade.

“Nessa loucura toda, dois pontos que me marcaram foram a atenção que foi dada e dispensada pelo time da Alice, que a todo momento estava presente, e a parte tecnológica, de ter um histórico médico continuamente atualizado”, diz. 

O papai ficou tão agradecido que até fez um post no LinkedIn contando o caso para sua rede

Ber

Cobertura nacional da Alice nos momentos mais necessários

Bernardo e sua família não ficaram na mão porque todo membro da Alice que está fora da cidade de São Paulo pode acionar o seu plano em casos de emergência e urgência. Tudo isso sem nenhum custo adicional.

Uma emergência é quando existe risco de morte imediato ou de lesão irreparável à pessoa. Alguns exemplos são sintomas de infarto, acidentes graves, traumatismos graves, intoxicações e convulsões.

A urgência não tem risco iminente de morte, mas também precisa ser atendida rapidamente. É o caso de falta de ar, traumas leves, sangramento em gestantes e sintomas gastrointestinais (como vômitos) intensos.

Portanto, se você é membro(a) da Alice e sofrer algum acidente {o que a gente torce para que não aconteça}, seja em São Paulo ou em outra cidade, você terá todo o suporte da Alice. 

E, quando isso acontecer, existem alguns caminhos possíveis. 

Como acionar a cobertura nacional do seu plano de saúde Alice?

Você não tem que avisar a Alice quando viajar ou se ausentar da cidade de São Paulo. Se precisar, é só acionar o Alice Agora, que vai entender seu caso e, se necessário, te encaminhar para o atendimento no pronto-socorro mais próximo.

Para acessar o Alice Agora, basta ter uma conexão com a internet e entrar no app, esteja onde estiver. Nós cuidamos das questões financeiras diretamente com o hospital que você for.

Se você viajou para um lugar sem acesso à internet ou telefone {o famoso detox do mundo virtual} ou não conseguiu entrar em contato com a gente, no caso de uma urgência ou emergência pode ir direto para qualquer hospital ou clínica mais próxima. Em seguida, assim que for possível, entre em contato com o Alice Agora para te ajudarmos e cuidarmos da parte financeira para você, ok?

Quando, por algum motivo, não conseguimos intermediar o pagamento, pedimos que a pessoa membra pague as despesas e solicite a nota fiscal e o sumário de alta. Esses documentos são necessários para que a Alice faça o reembolso.

O limite de reembolso é de R$ 250 mil reais, mas não se preocupe, esse valor é mais do que suficiente para emergências.

Depois do atendimento, é só entrar no Alice Agora para contar o que aconteceu e enviar as fotos da documentação para que seu time analise as informações. 

Lembramos que é importante sempre falar com a equipe que cuida do seu atendimento para que, além das questões administrativas, você tenha o acompanhamento que precisa depois do atendimento de emergência ou urgência.

O que fica como mensagem é que, se for sair de São Paulo, vá sem estresse. A Alice não te larga nunca.