“Precisamos falar de assédio”, disse uma enfermeira do nosso Time de Saúde, antes mesmo de termos algum relato. “Precisamos de um canal de relato”, respondeu a advogada quando ouviu a demanda. “Precisamos falar sobre discriminação”, propôs  uma integrante do nosso time de Pessoas.

As preocupações com temas de diversidade e inclusão nasceram assim: da reivindicação espontânea de Pitayas {como chamamos as pessoas que trabalham aqui na Alice}, quando tínhamos apenas 4 meses de operação.

Vendo hoje, entendemos que essa foi a melhor forma das coisas começarem: da vontade e da liberdade das pessoas, motivadas pela paixão por nosso propósito, irem para a arena com autenticidade como protagonistas da mudança.

Começamos as trocas. Criamos o grupo #engajados_magenta, com pessoas que se reuniam toda semana para discutir temas e ações de D&I. Foram várias conversas, clubes do livro, Cines-Alice, reuniões e treinamentos com toda empresa.

O motivo é simples: porque é o certo a se fazer.

Liga Magenta: squad de Diversidade e Inclusão da Alice

Com o tempo, veio a necessidade de definirmos uma estrutura institucional para garantir um olhar mais estratégico sobre o assunto dentro da Alice e protagonismo de todos os Pitayas na construção de uma empresa cada vez mais diversa e inclusiva.

Surgiu a Liga Magenta, nosso squad institucional de D&I. Um grupo formado por pessoas das áreas de Pessoas e Comunicação, com participação do nosso CEO e nossa CCO.

A Liga é responsável por orientar todas as estratégias de D&I, acompanhar os compromissos, e organizar as ações (para dentro e para fora), garantindo não só mais diversidade como um ambiente cada vez mais seguro, transparente e inclusivo {aquela história: não adianta só chamar para a festa, queremos todo mundo dançando juntos}.

Além disso, a Liga Magenta funciona como uma ponte entre os nossos Grupos de Afinidade e o restante de todo time Alice. Assim, conseguimos amplificar as vozes dos grupos que, na verdade, são os grandes protagonistas quando falamos de Diversidade e Inclusão.

Grupos de Afinidades da Alice: as vozes que fazem a diferença

Para garantir a representatividade do nosso time, lugar de fala e que todas as vozes sejam ouvidas, criamos os Grupos de Afinidade, que são formados por Pitayas com um interesse ou objetivo em comum que agem em conjunto por um propósito e auxiliam a Liga Magenta em ações específicas — principalmente aquelas voltadas para a questão da representatividade, diversidade e inclusão dentro da Alice.

Alguns grupos já existiam. É o caso, por exemplo, do grupo de mulheres engenheiras, o #eng-gender-diversity, que nasceu espontaneamente como um movimento em busca de mais representatividade de gênero na área de engenharia.

Alguns dos Grupos de Afinidade que temos na Alice hoje

#pitayas_black (raça/cor)

#valedaalice (LGBTQIA+)

#mães_pitayas (mães da Alice)

#eng-gender-diversity (mulheres desenvolvedoras da Alice)

#as_magentas (mulheres da Alice)

#magenta_iInclusiva (PCD na Alice)

#asiaticos-na-alice (pessoas descendente de asiáticos)

Cada grupo tem sua própria agenda de conversas, mas existem os encontros periódicos entre representantes do grupo e a Liga Magenta. Dessa forma, conseguimos criar um espaço de diálogo para, com apoio dos grupos representantes, tomar decisões mais conscientes e embasadas {e com o verdadeiro lugar de fala}

Afinal, para Alice, Diversidade e Inclusão é sobre unir vozes diversas em busca de um objetivo em comum: promover comportamentos e atitudes na Alice que gostaríamos de ver na sociedade que estamos inseridos.


Leia mais:
O primeiro relatório de Diversidade e Inclusão da Alice

Diversidade e Inclusão: uma prioridade para nós na Alice