Trocar o conforto do sofá e as maratonas de séries por uma quadra de tênis parece loucura para muitos casais. Há sete meses, Mirella Bianco e Pedro Lucats também achariam isso. 

Nenhum dos dois era um grande entusiasta de atividades físicas. Pelo contrário, rolava o que Pedro chamava de “postura combativa” com os esportes — mesmo por parte dele, que já havia jogado badminton num passado distante. No meio do isolamento social e de uma rotina de trabalho intensa, havia espaço para tudo, menos para mexer o corpo.

Até que um amigo do casal que sempre exaltava o tênis e parecia estar sempre se divertindo com o esporte chamou a atenção de Pedro. 

“Eu pensei ‘se for um negócio que tem aula, professor e horário, que dê pra regrar a vida, pode ser legal’”, diz. Foi assim que ele começou a se arriscar com a raquete.

Apesar de ter começado sozinho, ele não desistiu de tentar convencer Mirella — que é membra da Alice — a embarcar nessa aventura com ele. 

“Ela achava caro, mas eu a convenci a ir comigo em uma aula teste. Ela me viu fazendo e falou: ‘ah, parece divertido!’”, diz Pedro, que é gerente de produto da Alice.

Uma semana depois, Mirella fez a aula teste e saiu “toda feliz” {palavras do próprio Pedro}. “Começamos a fazer juntos e não paramos mais. A gente joga cada vez mais, inclusive com amigos.”

No dia 9 de junho, comemora-se o Dia do Tenista, em homenagem a todos que foram fisgados por esse esporte.

Foto da Mirella de perfil, lançando uma bola de tênis e pronta para
Mirella Bianco, membra da Alice

Como eles saíram do sedentarismo para as quadras

Em meio à empolgação inicial, veio o alerta dos amigos que já praticavam tênis e da médica do Time de Saúde Alice: apesar de ser uma delícia, o tênis tem grande impacto nas articulações, especialmente nos joelhos e tornozelos. 

O jeito de fugir desse risco era preparar o corpo com treinos específicos.

“A gente teve contato com o preparador físico da Alice e ele montou os treinos. Até comentei com nosso professor de tênis como a aula rende mais quando nos exercitamos certinho na academia”, conta Mirella.

Pedro deixou claro que seu objetivo na academia não era “ficar gigante”. “Essa não é minha praia. Minha praia é não me quebrar fazendo tênis, que é importante pra mim.”

O preparador físico do Time de Saúde respeitou esse desejo, levou em conta a rotina do casal e montou um treino que fizesse sentido para os dois, sem planilha genérica de exercícios.

Para completar a equipe, a nutricionista do Time de Saúde também entrou em cena. Sua missão era ajudar Mirella e Pedro a enxergarem a alimentação como aliada do desempenho nas quadras.

“Às vezes eu ia treinar sem comer e já ficava cansado no meio da prática, jogava mal…”, conta Pedro. Então, a nutricionista do Time de Saúde deu dicas de alimentação pré-treino, para dar aquela energia, e também para depois da partida {afinal, a vida pede combustível}.

A vida antes e depois do tênis

Com treino e cardápio em dia {e, claro, a forcinha do Time de Saúde}, ficou mais fácil para o tênis cumprir sua missão na vida de Mirella e Pedro. 

Afinal, uma atividade física nunca vem sozinha: ela traz consigo revoluções na vida de quem a pratica. 

Falamos sem exagero, tá? Com a palavra, Mirella: “Antes de começar a jogar, bastava subir uma escada de cinco degraus ou dois quarteirões para eu ficar ofegante, suando e muito cansada. Essa preparação física me ajudou muito”.

Para além do fator físico, o esporte também mudou a forma como a dupla gasta seu tempo. Saíram as maratonas de séries e filmes e entraram os campeonatos de tênis — “das classificatórias às finais”, ressaltam eles. 

Até a organização das agendas do casal passou a girar em torno dos momentos para “bater uma bola” na quadra do prédio, das aulas e de jogos com amigos e familiares.

No final das contas, além de mais saudáveis, Mirella e Pedro também fortaleceram a parceria dentro e fora das quadras. “Ter alguém do lado para jogar e evoluir junto é sensacional”, diz o gerente de produto Alice.